Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Eleições nos EUA 2012

Romney não acredita na paz no Médio-Oriente

  • 333

A opinião do candidato republicano sobre a paz ("impossível") entre palestinianos e israelitas surge um dia depois de Mitt Romney ter considerado o eleitorado de Barack Obama "dependente" do Estado.

Mitt Romney considera que os palestinianos "não têm absolutamente interesse algum" pela paz com Israel e se for eleito Presidente dos EUA não vai dar importância ao tema, segundo um vídeo divulgado ontem pela revista "Mother Jones". 

Estas declarações foram feitas durante um jantar de angariação de fundos do Partido Republicano e surgem um dia depois de ter sido revelado outro vídeo, feito no mesmo encontro, no qual o candidato republicano dizia que os apoiantes de Barack Obama são "47% de eleitores que acreditam ter direito à assistência médica, comida e casa".

"Não acho que os palestinianos queiram a paz (...), estão comprometidos, por razões políticas, com a destruição e a eliminação de Israel. Estes temas difíceis, praticamente, não têm solução", diz Mitt Romney, considerando que "o caminho para a paz é quase impensável".

O candidato republicano considera ainda que "a ideia de pressionar os israelitas para darem algo em troca aos palestinianos é a pior ideia do mundo". 

A solução do candidato republicano à presidência dos EUA passa por deixar que o assunto se resolva por si. "Temos de gerir as coisas da melhor maneira possível. Isto continuará a ser um problema sem solução e o melhor é esperar que finalmente, de um modo ou de outro, aconteça algo que o resolva."