Siga-nos

Perfil

Expresso

Desaparecimento de Madeleine McCann

Jornalista espanhol contraria declarações da PJ no caso Maddie

O jornalista espanhol que publicou a notícia com passagens do inquérito do casal McCann, diz ter documentos que comprovam a sua versão.

Mário Lino

"Se me perguntas se tenho documentos, digo sim, tenho documentos". A afirmação é de Nacho Abad, jornalista colaborador do programa de Ana Rosa Quintana (equiparado aos programas de Fátima Lopes ou Júlia Pinheiro, em Portugal), questionado pelo Expresso. Abad escusa-se a adiantar mais informação, garantindo que vai contrapor a versão ontem avançada pela Polícia de que a sua notícia era falsa.

"O que posso dizer é que se os próprios McCann confirmaram tacitamente a notícia, dizendo que havia uma fuga de informação, essa posição da polícia não faz sentido", adianta Nacho.

Na semana passada, a Telecinco avançou com a notícia de que Madeleine teria chorado na véspera do rapto, e confrontado a mãe, Kate McCann, pelo facto de não ter vindo ao seu encontro: "Mamã, porque não vieste quando estávamos a chorar ontem à noite?", terá dito Madeleine, episódio que Kate terá alegadamente relatado à polícia e que constará nos inquéritos. No mesmo depoimento, estará escrito que "Gerry e eu falámos alguns minutos e decidimos vigiar melhor as crianças à noite", mas a Polícia Judiciária insiste em negar a fuga de informação.

Ontem, em comunicado de imprensa, a PJ adiantou que "é inteiramente falso que o conteúdo da notícia reproduza matéria constante do inquérito e que se encontra em segredo de justiça", criticando ainda o porta-voz do casal McCann, Clarence Mitchell, por ter acusado a polícia de estar na origem da fuga de informação.

Hoje, o jornalista da Telecinco promete mais revelações, num programa que será emitido quando forem 12h00 em Espanha, 11h00 em Portugal.