Siga-nos

Perfil

Expresso

Educação em crise

Zita Seabra contra suspensão da avaliação dos professores

A deputada do PSD justificou a sua ausência na votação da moção do CDS-PP, que propunha a suspensão do processo de avaliação dos professores, com razões de ordem política.

Humberto Costa

A deputada do PSD Zita Seabra justifica a sua ausência na votação da moção do CDS-PP de sexta-feira, que propunha a suspensão do processo de avaliação dos professores, com razões de ordem politica. Isto é, Zita Seabra diz ser "contra a suspensão da avaliação".

Zita Seabra integrava o lote dos deputados sociais-democratas que, assinando o livro de presenças, não votaram a moção do CDS-PP, esclarecendo que esteve no plenário. A deputada esteve presente em todas as outras votações e ausentou-se propositadamente na votação da moção do CDS-PP.

"Sou contra a suspensão do processo de avaliação dos professores porque de cada vez que em política se pára para pensar suspendem-se as coisas durante anos", afirmou. Contudo, relativamente ao projecto de lei que o seu partido vai apresentar no sentido de suspender este modelo de avaliação dos professores, Zita Seabra disse que respeitaria a disciplina de voto.

Aliás, durante a reunião do grupo parlamentar do PSD desta manhã, que aprovou a apresentação do projecto de lei, Zita Seabra foi uma voz discordante. Para a deputada, era importante salientar a necessidade de continuar a haver avaliação do desempenho dos professores.