Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Sequestrados durante 17 horas na baixa de Sydney

Terrorismos. Forças policiais resgatam uma mulher ferida na sequência do atentado de Sidney, que hoje concentrou os olhares do mundo

Reuters

Um iraniano manteve 17 pessoas sequestradas até a polícia ter invadido o edifício.

Pedro Cordeiro

Pedro Cordeiro

Editor da Secção Internacional

Sydney viveu uma noite de horror, medo e ansiedade. Das 9h45 de segunda-feira às 2h15 de terça-feira, hora local (22h45 de ontem a 15h15 de hoje em Portugal), um homem manteve pelo menos 15 pessoas reféns num café da baixa da cidade australiana. O sequestro terminou quando a polícia invadiu o edifício, disparando durante 10 a 15 segundos em pelo menos três ocasiões. Segundo a televisão australiana ABC, poderão ter morrido dois reféns, tento três ficado gravemente feridos. A polícia australiana, confrontada com esta informação, não quis confirmar nem desmentir.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI