Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Secretário-geral dos serviços secretos refuta acusação de espiões

  • 333

Contra-ataque. Na sua contestação, Jorge Silva Carvalho diz que se limitou a seguir as normas

Alberto Frias

Júlio Pereira afirma que SIS e SIED trabalham "nos limites legalmente estabelecidos", em reação às contestações apresentadas em tribunal por Jorge Silva Carvalho e João Luís, em que estes ex-diretores das secretas assumem acesso a dados telefónicos como práticas habituais.

Júlio Pereira, secretário-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), a cúpula das secretas, assegura, numa resposta escrita ao Expresso, que os serviços "cumprem a sua missão institucional, operando nos limites legalmente estabelecidos".

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI