Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

"Público": 25 anos em papel, num jornal cada vez mais digital

  • 333

5 de março de 1990. A primeira edição do Público. Cunhal e o PCP na capa

Diário "Público" comemora o 25.º aniversário numa altura em que alcança o primeiro crescimento de vendas nos últimos anos, fruto do acréscimo substancial de assinantes digitais. Equilíbrio nas contas é essencial para a continuação de um projeto ao qual Belmiro de Azevedo deu, em 2013, um prazo de dois anos para deixar de ser "um perdócio".

Adriano Nobre (texto) Sofia Miguel Rosa (infografia)

5 de março de 1990. Depois de meses de trabalho nos bastidores, a redação liderada por Vicente Jorge Silva fazia chegar às bancas a primeira edição do "Público". Na manchete do jornal constava uma notícia sobre o PCP. No espírito da redação reinava, o objetivo de revolucionar e marcar o panorama nacional de media. 25 anos depois, Vicente Jorge Silva, agora no papel de "simples leitor", diz que, apesar dos contratempos, o objetivo foi alcançado. "Continuo a achar que ainda hoje é o melhor jornal diário português", diz.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI