Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O momento crítico vai surgir em maio

  • 333

Epa

A maioria dos inquiridos em sondagens já admite que a Grécia poderá incorrer num "evento de crédito", num incumprimento de dívida pública, e que a saída do euro é uma possibilidade e não um cenário improvável. A "fronteira final" para este teste, na realidade, é o mês de maio, diz-nos em entrevista Yannis Koutsomitis, analista político grego, colaborador da BBC.

É uma semana movimentada para a Grécia. O primeiro-ministro Alexis Tsipras desloca-se quarta-feira a Moscovo em visita oficial, com o jornal britânico "The Guardian" a considerá-lo o "idiota útil" de Vladimir Putin na União Europeia. No mesmo dia e no dia seguinte, em Bruxelas, reúne-se o Grupo de Trabalho do Euro (que prepara as reuniões do Eurogrupo) para apreciar o andamento da discussão da mais recente "lista de Varoufakis" (com as medidas de reformas). Dia 9 é dia de pagamento ao Fundo Monetário Internacional.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI