Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Moreira contra Moreira. Taxa turística no Porto abre polémica

  • 333

Disçórdia. Taxas turísticas nasceram tortas e continuam a dar que falar

Rui Duarte Silva e NFactos/ Fernando Veludo

Ao admitir que as taxas de dormida de estrangeiros "não são tabu", Rui Moreira acendeu um rastilho de divergências sobre a possível cobrança da pegada turística no Porto. O último dos críticos é Melchior Moreira, presidente da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto e da Associação de Turismo do Porto e Norte de Portugal (ATPN), defende que taxar as dormidas de turistas no Porto "faz sentido" para cobrir a pegada turística ambiental sobre as infraestruturas da cidade. Apesar de não ser a primeira vez que o autarca do Porto admite a aplicação de um imposto de um euro aos estrangeiros que pernoitem na cidade, à semelhança do que acontecerá em Lisboa a partir de janeiro de 2016, o regresso ao tema das polémicas "taxas e taxinhas" - mediatizadas em tom mofa por Pires de Lima - caiu mal no setor hoteleiro e junto da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal.   

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI