Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ministra Maria Luís rejeita responsabilidades políticas no caso da lista VIP

  • 333

Parlamento. Ministra tentou matar o caso hoje no Parlamento

António Cotrim/Lusa

Maria Luís argumenta que os altos dirigentes da Administração Pública têm capacidade e autonomia e são por isso responsáveis pelas suas decisões. Oposição voltou a defender a demissão do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Se não sabia da lista VIP, devia saber o que se passa na Autoridade Tributária, serviço que é da sua tutela.

A primeira intervenção da ministra das Finanças na comissão parlamentar esta sexta-feira foi inteiramente dedicada a passar em revista os números das contas públicas, divulgados pelo INE na véspera e que trouxeram algumas boas notícias para o Governo. As duas semanas de silêncio sobre o caso que tem agitado a vida política só terminariam uns minutos mais tarde, depois da interpelação do deputado socialista João Galamba. "Esta é a sede própria para termos uma conversa relativamente a essa matéria (a existência de uma lista de contribuintes VIP), que posicione onde estão as responsabilidades e quem tem essas responsabilidades", começou por dizer Maria Luís Albuquerque.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI