Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Lista VIP. Diretor de informática da Autoridade Tributária eliminou provas comprometedoras

  • 333

Secrestário de Estado. Paulo Núncio garante que não autorizou nem sabia da lista VIP. Relatório da CNPD vai no mesmo sentido. Passos no Parlamento disse que se souber que alguém deu conforto à ideia serão retiradas consequências políticas

José Carlos Carvalho

Inspeção feita pela Comissão Nacional de Proteção de Dados conseguiu recuperar mails apagados que demonstram como sistema de alerta foi acionado com casos de acesso aos dados fiscais de Passos Coelho e de Cavaco Silva.

De acordo com o relatório de uma inspeção realizada em março pela Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), o diretor da Área de Segurança Informática (ASI) da Autoridade Tributária, José Morujão Oliveira, apagou e-mails comprometedores enviados por si e que demonstram que a chamada lista VIP estava a funcionar em novembro do ano passado. Os técnicos da CNPD acabaram por encontrar o rasto dos e-mails apagados nos servidores da AT e aceder ao seu conteúdo através das caixas de correio dos destinatários.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI