Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Juros da dívida grega baixam à espera de segunda volta das presidenciais

Reuters

O custo da dívida grega é o mais elevado entre os periféricos do euro, situando-se acima de 8%. Desde o pico da crise do rublo, os juros das obrigações gregas no prazo de referência já desceram quase sete décimas. A atenção dos investidores financeiros vira-se para a segunda volta das presidências na manhã de terça-feira. O candidato do governo tem de ganhar 200 votos em 300 deputados. Na primeira volta, ficou-se por 160. O primeiro-ministro ofereceu no domingo entrada no governo aos independentes que apoiarem o candidato presidencial e convocação de eleições legislativas para final do próximo ano, seis meses antes do fim de atual legislatura.

Em vésperas da segunda volta das eleições presidenciais no Parlamento helénico, a bolsa de Atenas está ligeiramente acima da tona de água e os juros das obrigações gregas no prazo de referência, a 10 anos, desceram para 8,35% pelas 15h, recuando três pontos base em relação ao fecho da semana passada e 68 pontos base (quase 0,7 pontos percentuais) desde o pico acima de 9% no auge da crise cambial do rublo e do surto de pânico financeiro na Europa a 16 de dezembro.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI