Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fusão da Refer com a Estradas de Portugal cria novos negócios com privados

  • 333

Ana Baião

António Ramalho preside à Infraestruturas de Portugal para gerir com maior eficiência as estradas e a ferrovia, criando novas áreas de negócios. Mas enfrenta a primeira greve na próxima semana.

João F. Palma Ferreira

A fusão da Estradas de Portugal (EP) com a Refer está consumada. A nova empresa resultante desta operação chama-se Infraestruturas de Portugal (IP) e, segundo os seus responsáveis, cria um conjunto de oportunidades e novos negócios no sector rodo-ferroviário que poderão ser desenvolvido até 2020. Aqui contam-se projetos de telecomunicações ou a gestão da rede logística dos terminais ferroviários de mercadorias, entre outros.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI