Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Explique lá, Henrique Granadeiro: quem tramou a PT?

  • 333

Granadeiro. Tem várias frentes de hostilidade abertas: com os brasileiros da Oi, com Zeinal Bava, com processos jurídicos

Tiago Miranda

Sabia ou não sabia? Fez, mandou fazer, fez apenas parte? Como é que a PT comprou 897 milhões de euros em dívida do Grupo Espírito Santo, que levaram à ruína do projeto PT/Oi? Depois de Zeinal Bava, é a vez de Henrique Granadeiro (se) explicar na Comissão de Inquérito. 

Anabela Campos e Pedro Santos Guerreiro

A 7 de agosto, Henrique Granadeiro demite-se da presidência da PT SGPS e admite parte da responsabilidade mas não a culpa do ruinoso investimento de 897 milhões da PT na Rioforte. O gestor assume que mandou o administrador financeiro, Luís Pacheco de Melo, fazer parte das aplicações. "Convivo bem com os meus atos mas não com os encargos e responsabilidades de outros", escreve então Granadeiro. Não diz a quem se está a referir, mas diria mais tarde: a Zeinal Bava e os acionistas brasileiros da Oi, que sempre desmentiram.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI