Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Desesperadamente à procura de Jordan

Líder. Bryant começou nos Lakers, em 1996, e vai acabar, nos Lakers. Sabe que é a figura do clube e, por isso, diz o que lhe apetece

Reuters

É possível ultrapassar o ídolo e mesmo assim continuar atrás dele? É. Porque Kobe Bryant já tem mais pontos do que Michal Jordan, mas nunca terá a grandeza do ídolo da NBA, especialmente quando acusa os colegas de equipa de serem "moles como papel higiénico".

Mariana Cabral (texto) e Carlos Esteves (infografia)

Quando os Lakers visitaram os campeões Bulls em 1997, um adolescente atrevido de 19 anos não teve problemas em acercar-se do seu ídolo, Michael Jordan, e pedir-lhe um conselho para o futuro. Ali mesmo, durante o jogo. "Ele perguntou-me, quando estávamos no meio campo, como é que eu conseguia sentir o defesa quando rodava para saltar e atirar. Disse-lhe que eles devia utilizar mais as pernas para sentir o defesa, para saber onde ele está e tirar partido disso", explicou então o rei dos Bulls, que marcou 36 pontos naquela vitória por 104-83.  Para continuar a ler o artigo, clique AQUI