Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

CMVM arrasa Banco de Portugal e defende pagamento na íntegra do papel comercial

  • 333

Banco de Portugal. Instituição de Carlos Costa é criticada pela CMVM

José Carlos Carvalho

Carlos Tavares desmonta argumentos do BdP e diz que clientes de retalho devem receber na íntegra.

Isabel Vicente, Sónia M. Lourenço e Filipe Santos Costa

O regulador do mercado, presidido por Carlos Tavares, elencou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) os fundamentos jurídicos pelos quais considera que o papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) vendido aos balcões do BES deve ser pago na íntegra aos clientes de retalho. E arrasa as justificações dadas pelo BdP, desmontando, do seu ponto de vista, os fundamentos dados pelo supervisor para não pagar a estes clientes.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI