Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Barroso, Arnaut e mais 66 são dispensados de testemunhar sobre o BES

  • 333

Dispensado. José Luís Arnaut, afinal não será ouvido na Comissão de Inquérito ao BES

Alberto Frias

José Luís Arnaut, um dos homens da Goldman Sachs em Portugal, não será ouvido sobre o BES. Durão Barroso e Ricardo Abecassis também não.

José Luis Arnaut, advogado e dirigente do PSD que trabalhava para a Goldman Sachs na altura do colapso do BES, e Nuno Godinho de Matos, o gestor não executivo do BES que confessou sempre "ter entrado mudo e saído calado" nas reuniões, fazem parte dos 68 nomes retirados da lista de audições parlamentares ao BES. A lista de 138 nomes ficou reduzida a metade, em nome da eficácia e da rapidez da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI