Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“A Turquia está a €300 e o Algarve a €1500”: turismo em Portugal arrefece e depois há um problema chamado “aeroporto”

António Pedro Ferreira

Turquia está a abrandar o crescimento turístico de Portugal

O turismo em Portugal continua a crescer em 2018 mas já não ao mesmo ritmo do ano passado. O regresso da Turquia e outros destinos afetados pela Primavera Árabe está a fazer mossa no Algarve e na Madeira, sobretudo ao nível de ingleses e de alemães, mas no geral as quebras têm vindo a ser compensadas pelo aumento de turistas de outras origens, como brasileiros, americanos ou franceses, o que é visível nas diversas regiões do país. No acumulado do ano e até ao início de maio, o aumento médio de dormidas no país não foi além de 1,6%, evidenciando-se quebras homólogas na casa dos 2% no Algarve e na Madeira, que estão entre as principais regiões turísticas.

No Algarve, o principal destino turístico nacional, o primeiro semestre trouxe “uma ligeira quebra em relação ao ano passado, mas este ano tem sido atípico a nível de temperaturas e a Páscoa também foi muito cedo”, constata Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve. “Penso que em 2018 as coisas ainda podem compor-se, mas não atingirão os números de 2017.” Lembra que no ano passado o Algarve recebeu “5 milhões a 6 milhões de turistas, totalizando 20 milhões de dormidas oficiais, além de 10 milhões não oficiais, que não contam para as estatísticas mas contam para a economia local”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)