Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Hotéis de Lisboa fizeram mais dinheiro que os do Algarve pela 1ª vez em 10 anos

António Pedro Ferreira

Todas as regiões do país registaram crescimentos em todos os indicadores: taxas de ocupação, receitas por quarto disponível, hóspedes, dormidas, proveitos por quarto e proveitos totais

Ana Baptista

Ana Baptista

Jornalista

As unidades hoteleiras de Lisboa e do Algarve tiveram um ano de 2017 em grande. Ambas viram os seus proveitos totais - ou seja todas as receitas geradas com a comercialização dos quartos, com os restaurantes, bares e serviços - crescer respetivamente 22% e 13%, superando a barreira dos €1000 milhões. Só por si, isto já é um feito notável nos últimos dez anos, mas há mais.

Pela primeira vez desde 2007, Lisboa superou o Algarve, por uma diferença de €36,2 milhões. Segundo dados da consultora Deloitte, no ano passado Lisboa conseguiu proveitos totais de €1.065.685 enquanto a hotelaria algarvia registou ganhos totais de €1.028.014.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido