Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Linha SOS Despejos da Câmara de Lisboa já está a funcionar

Ant\303\263nio Pedro Ferreira

Nova linha de atendimento já tem número. É o 800910075 e é uma das portas de entrada para socorrer inquilinos vítimas de despejo. Faz parte do projeto da Câmara de Lisboa para integrar várias entidades no acompanhamento dos casos de “bullying imobiliário”

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

Há inquilinos que de um momento para o outro se veem confrontados com o desaparecimento de luz elétrica, de janelas ou de corrimões nas escadas do prédio, pressionados para deixarem as suas casas. Entretanto já receberam ou estão prestes a receber uma carta de despejo. Para ajudá-los a denunciar a situação ou a procurar informação básica sobre o que podem fazer para enfrentar este tipo “bullying imobiliário”, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) colocou em funcionamento, esta sexta-feira à tarde, a primeira linha SOS Despejo.

A nova linha de atendimento − com o número 800 910 075 e o endereço de email infodespejos@cm-lisboa.pt − conta com dois técnicos da autarquia no atendimento nos dias úteis, entre as 9h00 e as 18h00 e serve como “uma porta de entrada” dos muitos casos que batem à porta da autarquia a pedir ajuda. Porém, “estes técnicos não fazem aconselhamento jurídico nem atribuem habitações”, esclarece ao Expresso a vereadora da Habitação, Paula Marques. “É uma linha de recolha de informação para que a CML tenha a noção do que está a acontecer nos diversos pontos da cidade e possa aconselhar de forma rápida sobre a quem se devem dirigir”, acrescenta.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido