Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Constâncio diz adeus ao BCE e solta a palavra para culpar a austeridade e erros de Trichet

reuters

Constâncio promete blogue no regresso a Portugal, diz que vai tirar uns cursos de pós-graduação a Madrid, já começou a fazer críticas à atuação do Banco Central Europeu antes da chegada de Mario Draghi e culpa a política de austeridade seguida pela troika e na zona euro pela recaída europeia na recessão em 2012 e 2013

Vítor Constâncio termina o seu mandato como vice-presidente no Banco Central Europeu (BCE) no final deste mês e disse ao jornal “Financial Times” (FT) que quer ter o “luxo” de ser um “intelectual livre” quando regressar a Portugal, onde conta lançar um blogue.

Na despedida de Frankfurt, Mario Draghi, o presidente, organizou um colóquio de dois dias em sua homenagem, que terminou hoje. O economista e político português, que esteve oito anos como vice-presidente do segundo mais importante banco central do mundo, ainda não colocou os dedos no teclado para publicar “posts”, mas já começou a dar largas ao seu espírito “livre”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)