Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Lesados do BES. Proposta do Governo precisava do sim de 50%, mais de 90% aderiram

Foram vários os protestos dos lesados do BES/GES

Nuno Botelho

Solução encontrada com o Executivo para os lesados do BES avança. Fundo de recuperação de créditos precisava de mais de metade dos lesados do papel comercial do grupo Espírito Santo

Mais de 90% dos lesados do papel comercial do BES/GES aderiram ao fundo de recuperação de créditos, soube o Expresso. No total, terão aderido 1900 dos 2200 lesados à solução encontrada entre o Governo, a Associação dos Enganados e Indignados do Papel Comercial (AIEPC), a Comissão de Valores Mobiliários, o Banco de Portugal, o BES e o Novo Banco. Esta quinta-feira, termina o prazo para os lesados preencherem o contrato de adesão para recuperar parte das perdas.

A solução permite aos lesados do grupo Espírito Santo recuperarem 75% do valor investido, num montante máximo de 250 mil euros, no caso de investimentos até aos 500 mil euros. Se tiverem sido investidos valores superiores, os clientes do papel comercial vão recuperar metade do valor.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)