Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Santos Silva: “Acredito nos nossos aliados, sobretudo os que são democracias”

Ministro Santos Silva no Parlamento, perante as Comissões dos Negócios Estrangeiros, dos Assuntos Europeus e de Defesa Foto Mário Cruz/Lusa

Foto Mário Cruz/Lusa

Ministro Augusto Santos Silva foi ao Parlamento explicar aos deputados das Comissões dos Negócios Estrangeiros, Assuntos Europeus e de Defesa por que razão o Governo não expulsou diplomatas relativamente ao “caso Skripal”. Reafirmou o alinhamento europeu e da NATO e rejeitou que tenha quebrado o consenso em política externa. Quanto aos resultados das análises sobre o agente tóxico, disse ao Expresso que “não adiantaram muito”

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

E explicou porquê: o objetivo das análises efetuadas pelo Laboratório militar britânico de Porton Down era determinar que tipo de agente tóxico tinha envenenado o ex-espião russo Serguei Skripal e a sua filha, o que foi feito, confirmando que se tratava do gás neurotóxico novichok, disse.

“Mas não era de todo apurar as responsabilidades, o que compete às autoridades judiciais e aos serviços de informações”, concluiu, questionado pelo Expresso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)