Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Onze pessoas têm o Brasil nas mãos”

O ministro (juiz conselheiro) do Supremo Tribunal Federal do Brasil Gilmar Mendes

Foto Kiko Scartezini

Os 11 juízes conselheiros (ou ministros) do Supremo Tribunal Federal (STF) decidem esta quarta-feira se o ex-Presidente Lula da Silva vai ou não para a prisão. O ministro Gilmar Mendes, que faz parte do STF, diz ao Expresso que “é uma decisão extremamente dramática” mas que, de qualquer modo, Lula é inelegível

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O ministro (juiz-conselheiro em Portugal) Gilmar Mendes está em Lisboa para participar no “VI Fórum Jurídico de Lisboa - Reforma do Estado Social no Contexto da Globalização”, organizado pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e pelo Instituto Brasiliense de Direito Público e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Esta terça-feira regressa ao Brasil para participar na votação do “habeas corpus” de Lula no STF, prevendo regressar na quinta-feira.

O ministro e figura decisiva no impeachment da ex-Presidente Dilma Rousseff disse que espera que, apesar de alguma incompreensão num primeiro momento, a opinião pública respeite a decisão do Supremo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)