Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Autoridades associam aumento da “lavagem de dinheiro” ao crescimento do turismo

O desenvolvimento económico atrai “pequenas estruturas” do crime que recorrem cada vez mais a “dinheiro vivo” para tentar escapar aos radares das autoridades, que estão atentas ao fenómeno. Ao turismo é ainda associado o aumento da circulação de moeda falsa

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Os negócios ligados ao turismo multiplicaram-se nos últimos anos. Portugal está na moda e tem sido um dos destinos de férias preferidos de milhões de estrangeiros. Este ‘boom’ tem no entanto alguns reveses. As autoridades alertam que o crescimento do turismo, e também de outras áreas da economia, podem fazer disparar os crimes de branqueamento de capitais em Portugal. O aviso foi feito no mais recente relatório de segurança interna.

O documento refere que “relativamente ao branqueamento de capitais importa referir que os sinais de recuperação da economia portuguesa poderão aumentar a pressão sobre sectores de atividade (imobiliário, turismo e restauração) já tradicionalmente relevantes no contexto deste fenómeno”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)