Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Nós trabalhamos mais, eles ganham mais. O que liga e separa Portugal de Espanha?

Eles têm Rei, nós Presidente. O território deles é muito maior que o nosso, a língua é diferente. Há mais: eles estão mais satisfeitos com o sistema de saúde, trabalham menos horas e ganham mais. No entanto, partilhamos mais do que a fronteira e o euro: a alta taxa de desemprego e a população envelhecida. Esta quinta-feira foi divulgado o relatório “Península Ibérica em Números | Península Ibérica en Cifras”, do Instituto Nacional de Estatística (INE), que compara Portugal e Espanha em 14 temáticas diferentes, incluindo população, mercado de trabalho, saúde e educação. Escolhemos seis diferenças e seis semelhanças

DIFERENÇAS

Espanha mais feliz com o estado da Saúde

De modo geral, os espanhóis parecem estar bem mais contentes com o sistema de Saúde do que os portugueses. Comparando, por cá mais de metade das pessoas considera o SNS razoável, mau ou muito mau (53,6%), enquanto em Espanha esse número não chega aos 30%. Outra das diferenças é em relação ao número de médicos: só na área metropolitana de Lisboa há mais de cinco médicos por cada mil habitantes. Em Espanha isso acontece em nove regiões. Olhando para toda a Península, o Alentejo é onde há menos médicos, em Madrid onde há mais.

2080: o futuro em Portugal terá menos gente

Embora sejam apenas projeções, a diferença é clara: a população portuguesa vai diminuir, a espanhola aumentar. Dentro de 40 anos (entre 2020 e 2080), o número de portugueses vai passar de pouco mais de dez milhões para 7,6 milhões. Aqui ao lado, espera-se uma subida de 46,6 milhões para 51,0 milhões.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)