Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Mais do que expulsão de diplomatas russos, Portugal defende “diálogo”

Tiago Miranda

Ministério dos Negócios Estrangeiros não esclarece se Portugal, à semelhança do que fizeram outros 19 países, vai expulsar diplomatas russos do seu território

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

Soraia Pires

Soraia Pires

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Fotojornalista

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) afirmou esta segunda-feira ter tomado “boa nota” da decisão de expulsar diplomatas russos anunciada pelos Estados Unidos e 15 países da União Europeia, mais a Ucrânia, a Albânia e o Canadá, mas defendeu o “diálogo” como “o instrumento mais eficaz” para responder à gravidade da situação presente”.

Em comunicado enviado às redações, o Ministério dos Negócios Estrangeiros não refere se Portugal vai ou não expulsar diplomatas russos de Portugal, limitando-se a saudar a decisão tomada pelos outros países. O Expresso tentou contactar o MNE para confirmar se Portugal vai ou não seguir o exemplo de outros países, mas não obteve resposta até ao momento.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)