Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Dicas de poupança: IRS - englobo ou não englobo?

d.r.

O “englobamento” é a possibilidade que a Autoridade Tributária dá todos os anos de o contribuinte optar por incluir os seus outros rendimentos, para além do salário, nos rendimentos “normais”

Pedro Andersson

Com o englobamento dos rendimentos, é como se eles fossem parte do salário, em vez de serem tributados às taxas específicos de cada um. São os casos de juros de depósitos a prazo, rendas (caso seja senhorio), pensão de alimentos, ações, dividendos e rendimentos no estrangeiro. Pode compensar ou não, conforme os seus rendimentos e deduções. Tem de simular todos os anos.

E não tem de englobar todos os rendimentos, apenas os que lhe interessarem. Por exemplo, pode declarar os juros de depósitos a prazo, mas não rendas. Ou vice-versa. Pode declarar pensão de alimentos, mas não juros do banco, e assim sucessivamente. Pode receber mais algumas dezenas, centenas ou até mais mil euros, consoante os casos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)