Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Hawking chamou-me a atenção para uma Física que me era desconhecida. Havia um certo deslumbramento em mim”

Orfeu Bertolami, professor no departamento de Física e Astronomia da Universidade do Porto, foi aluno de Stephen Hawking

Foi para a Universidade de Cambridge, no Reino Unido, fascinado com Stephen Hawking e saiu de lá ainda mais fascinado. “Aquele curso e aquela cadeira chamaram-me a atenção para uma Física que me era então desconhecida e, nesse sentido, foi tudo muito marcante. Havia um certo deslumbramento em mim”. Orfeu Bertolami, professor no departamento de Física e Astronomia da Universidade do Porto, foi aluno de Stephen Hawking entre 1983 e 1984 e escreve-nos aqui na primeira pessoa

Testemunho recolhido por Helena Bento

Cheguei à Universidade de Cambridge, no Reino Unido, em setembro de 1983 para fazer um curso avançado de Matemática Aplicada e Física Teórica, uma espécie de curso preparatório para o doutoramento. Fui para Cambridge precisamente por causa da Escola de Gravitação, que tinha uma grande reputação internacional. Assisti a muitas cadeiras, mas havia uma extraordinária, que não fazia parte do programa normal do curso, que era a de Stephen Hawking. Chamava-se Cosmologia Quântica e foi essa cadeira que me permitiu estar durante oito semanas em contacto direto com a Física que Hawking estava então a desenvolver. Já tinha assistido a palestras e conferências dele, mas esta disciplina tinha uma característica muito particular.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)