Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Bruxelas avança com regras para crédito malparado que podem facilitar debate sobre reforma da zona euro

epa

Bruxelas apresenta esta quarta-feira um pacote de medidas para reduzir o malparado. O vice-Presidente da Comissão acredita que pode ajudar a discussão sobre a criação de uma Garantia Comum de Depósitos, um dos temas difíceis na reforma da moeda única

É um dos principais problemas que a Comissão Europeia continua sistematicamente a apontar ao Governo de António Costa, não fosse o rácio de crédito malparado em Portugal estar ainda nos 14,6%, quando a média europeia é de 4,4%.

Mas o problema está longe de ser só português e é por isso que a Comissão avança agora com o prometido pacote de medidas para pressionar ainda mais redução dos chamados “non-performing loans” (NPLs na língua inglesa).

Entre as propostas de redução de risco que a Comissão vai apresentar esta quarta-feira estão, por exemplo, emendas ao regulamento sobre requisitos de fundos próprios, que introduzem mecanismos de apoio regulamentares prudenciais (backstops).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)