Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Schwarze Null

JOHN MACDOUGALL/AFP/Getty Images

Este é o homem que vai assumir um dos mais poderosos cargos da Europa: eis Olaf Scholz, quase-quase ministro das Finanças alemão

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Expectativa. Uma grande expectativa recai sobre o homem que foi nomeado quarta-feira para a poderosa pasta das Finanças. Após oito anos de gestão de Wolfgang Schäuble, o superministério alemão volta a estar nas mãos de um social-democrata. Uma vitória negocial para o SPD, já que, além da chancelaria, não há pasta mais poderosa.

Ao contrário do ministro que o precedeu, Olaf Scholz é conhecido pelo trato suave e pragmatismo, traços que poderão ser favoráveis ao grau de risco que o papel comporta. Basta lembrar a quantidade de vezes que se disse e escreveu que Schäuble mandava mais do que a chanceler, que Merkel acatava as suas ordens, ou que tudo em Berlim e na Europa se jogava no tandem entre estes dois principais políticos da CDU.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)