Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Deputados têm 60 dias para aprovar legalização da canábis para fins terapêuticos

getty

Diplomas do BE e do PAN sobre a legalização da canábis para fins terapêuticos desceram à comissão parlamentar da especialidade para se chegar a um consenso. Autocultivo é ponto fraturante

Não houve votação na generalidade, logo não foram chumbados nem aprovados esta quinta-feira os projetos lei do Bloco de Esquerda e do PAN que propunham legalizar o consumo e cultivo da canábis para fins medicinais. Os diplomas desceram à comissão da especialidade, à procura de consenso. Os deputados têm 60 dias para debater o tema, ouvir entidades e chegar a um consenso.

O debate desta quinta-feira centrou-se sobre a finalidade das propostas apresentadas - terapêutica ou recreativa. O PCP considera que “as iniciativas do BE e do PAN não têm verdadeiramente esse objetivo - pretendem sim, de forma encapotada, abrir caminho à utilização da canábis para fins recreativos”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido.