Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Impostos na fatura elétrica pesam mais em Portugal que no resto da Europa

Em três anos o preço da eletricidade subiu 1,5% na UE e 7,8% em Portugal

Oli Scarff

No ano passado 47,3% da conta da eletricidade das famílias portuguesas eram impostos e taxas, contra 36% na média da UE. Um desafio que Portugal ainda tem para resolver no contexto do mercado energético europeu

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O terceiro relatório da Comissão Europeia sobre os desenvolvimentos da “União da Energia”, publicado esta sexta-feira, confirma que Portugal apresenta um desempenho positivo na incorporação de fontes renováveis, mas persistem desafios ao nível do custo da energia. Incluindo a fiscalidade que incide, por exemplo, na fatura da eletricidade.

Num contexto em que a dependência energética do exterior é de 77,4% (substancialmente superior à média de 54,1% da União Europeia), a fatura da eletricidade em Portugal continua a ser particularmente onerada pelos impostos e taxas. Em 2016 o peso das taxas e impostos na fatura elétrica dos consumidores residenciais ascendeu a 47,3% em Portugal, contra 36% na média da UE. Em 2013 a carga fiscal na conta da eletricidade era de 41,7% em Portugal e de 31,4% na média europeia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)