Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Na Idade Média havia o direito de pernada, no assédio sexual é um bocadinho o mesmo espírito”

GALI TIBBON / Getty

Vítor Amorim Rodrigues, psicólogo e professor universitário no ISPA – Instituto Universitário, diz que há formas de tratar o comportamento dos assediadores mas sublinha que têm de estar genuinamente empenhados: “Muitos deles não acham que têm de mudar, acham que a sociedade é que está mal”. Denúncias de assédio sexual em Hollywood, no mundo do desporto, no universo da moda e noutras áreas de atividade continuam a vir a público todos os dias

O que é assédio sexual?
Por assédio sexual entende-se a tentativa de obtenção de vantagens sexuais num contexto de desequilíbrio. Pode ser, por exemplo, um patrão em relação a um empregado.

Os toques e apalpões são considerados assédio sexual?
Se são intencionais e sem o consentimento do outro , são assédio sexual. Pode haver aqui uma fronteira difícil de perceber, quando há a tentativa de conquista ou de manifestação de interesse por alguém. Mas apalpões e toques, quando sem consentimento, são sempre assédio.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)