Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O socialista que já manda no Barreiro: “A vitória só foi uma surpresa para quem não andou na rua”

tiago miranda

Rosa de apelido e de partido. Frederico Rosa manda agora num ex-bastião comunista e já tem o PCP na rua a fazer campanha eleitoral para as próximas autárquicas. Pela cidade, ouve queixas, mas mais do que isso há esperança que um novo rosto possa fazer a diferença: “Temos de esperar, a mudança não acontece do dia para a noite”. “Isto é como em casa, quando temos uma máquina muito antiga temos de a trocar”

Marta Gonçalves

Marta Gonçalves

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

fotos

Fotojornalista

À porta do armazém, um homem distribui folhetos do Partido Comunista Português, entrega um a cada trabalhador que chega: “Se pretende aderir ou colaborar com o PCP preencha os seguintes dados que nos permitirão entrar em contacto consigo.” Os varredores olham para o papel, dobram-no ao meio e guardam. O relógio já marca quase 8h e ainda ninguém agarrou nos caixotes, nas vassouras e nas enxadas para pegar ao trabalho.

Mais de uma dezena de pessoas espera a chegada do novo presidente da Câmara do Barreiro, que “faz questão” de se dar a conhecer. Frederico Rosa, 47 anos, tomou posse há dias como líder da autarquia: o primeiro socialista desde 2001, o segundo desde sempre.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)