Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Os nomes e as histórias de quem morreu no “pior tiroteio da história” dos EUA

Drew Angerer

Hannah, Denise, Jordan, Sonny, Jordan e Bill. Todos eles estavam no domingo no Route 91 Harvest Festival, em Las Vegas. Foram mortos a tiro. Aos poucos, começa-se a conhecer os rostos, os nomes e as histórias daqueles que morreram enquanto se divertiam. Há pais, mães, filhos e irmãos. Há professores, polícias e estudantes. Uma grande parte veio da Califórnia e outros vieram de bem mais longe

Hannah Ahlers, 35 anos

Hannah Ahlers vivia em Murrieta, no estado da Califórnia. Estava no festival com o marido, Brian Ahlers. Ele sobreviveu. Ela morreu com um tiro na cabeça, enquanto dançava. “Era dona de casa e mãe a tempo inteiro”, contou Brian, citado pela CNN. Casados desde muito novos, o casal tem três filhos de três, 11 e 14 anos. Segundo o “LA Times”, fazia parte de um grupo de paraquedistas e gostava de desportos ao ar livre.

Carrie Barnette, 34 anos

Estava em Las Vegas para festejar o aniversário de uma amiga. Foi uma das pessoas atingidas pelo atirador que começou a disparar do 32.º andar do Mandala Bay Hotel. Por mais de uma década, trabalhou no parque de diversões da Disneyland Califórnia, confirmou a empresa numa nota de condolências, citada pela “Variety”. “Disseram-me que ela tinha sido baleada no peito”, contou a mãe, Mavis Barnette, citada pelo “LA Times”, que a meio da noite foi acordada por uma das amigas da filha para lhe contar o que acontecera.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS eandroid - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)