Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Comissão de Bruxelas aprova superministério público para a Europa

FOTO CHRISTOPHER FURLONG/GETTY IMAGES

Organismo vai investigar casos superiores a 10 milhões de euros e com carácter transnacional. Portugal é um dos 20 fundadores

Helena Bento

Jornalista

A Comissão de Liberdades Civis, Justiça e Assuntos Internos (LIBE) do Parlamento Europeu deu esta quinta-feira luz verde à implementação de uma Procuradoria Europeia, uma instituição independente que terá como funções investigar crimes contra os interesses financeiros da União Europeia, como corrupção e fraude.

Votaram a favor do relatório preliminar para o estabelecimento da nova instituição 40 eurodeputados (cinco votaram contra e dois abstiveram-se). Barbara Matera, eurodeputada italiana e relatora do documento, mostrou-se satisfeita com o resultado da votação. “Chegou a hora de a União Europeia assegurar uma coordenação eficaz da investigação e ação penal relativamente a crimes de fraude envolvendo os fundos europeus”, lê-se no comunicado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)