Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Catarina Martins: “Lisboetas decidirão se querem uma geringonça autárquica”

luís barra

A coordenadora do Bloco de Esquerda admite uma “convergência política” com o candidato do PS à Câmara de Lisboa, mas uma “geringonça autárquica” terá de ser decidida pelos lisboetas, afirma numa entrevista ao Expresso. Sobre o conflito na Autoeuropa, diz que a empresa deve ser um exemplo para o sindicalismo

Luísa Meireles

Luísa Meireles

texto

Redatora Principal

Luís Barra

Luís Barra

fotos

Fotojornalista

Catarina Martins põe nas mãos dos lisboetas a possibilidade de se poder fazer uma “geringonça autárquica” na capital, mas não descarta essa hipótese. “Se o Bloco de Esquerda tiver força em Lisboa para determinar linhas essenciais de programa, nomeadamente em torno da habitação e dos transportes, estou certa que haverá uma solução de governo da cidade bem melhor do que a que tem existido”, afirmou ao Expresso, numa entrevista cuja versão integral será publicada na edição do semanário.

Questionada diretamente se o seu partido aceitaria fazer uma aliança com o PS, Catarina Martins respondeu que “os lisboetas é que vão decidir se querem uma geringonça autárquica e a força que dão aos vários programas que têm em cima da mesa”. Quanto ao BE, sublinhou, “faz convergência política em torno de um programa político”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)