Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Milhões de 👳👧👨👦 no 🌏 já 💬, 😄 e ❤ assim

mário joão

Se não consegue entender este título, é melhor ler este artigo, publicado originalmente no Expresso de 25 de julho de 2015. No dia em que chega aos cinemas “Emoji: o filme”, republicamos, com os dados atualizados, este trabalho sobre a nova linguagem universal

Ninguém gosta mais de mandar corações do que os franceses, como que a fazer jus à fama de incorrigíveis românticos. Já os latino-americanos parecem padecer muito de males de amor e, como se vivessem numa novela, não se cansam de corações partidos. Por cá, também se enviam corações. A duplicar, a bater ou com lacinhos. O coração vermelho é mesmo o símbolo mais usado pelos portugueses.

Mas mais do que em qualquer outro país, os portugueses também recorrem a ícones relacionados com drogas (a lista vai de medicamentos, seringas a cigarros). Para os vizinhos do lado, nada como um aceno de hasta luego. E por alguma razão difícil de entender, os canadianos distinguem-se por gostarem da figura de um dejeto sorridente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)