Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Portugal é um país em que há racismo, essa afirmação pode fazer-se com segurança”

Relação polícia-cidadão, tal como ela é vista num graffiti numa parede da Cova da Moura

Luís Barra

A decisão já classificada como “histórica” do Ministério Público de acusar de racismo e tortura uma esquadra da PSP em Alfragide abre o debate sobre a profundidade da discriminação em Portugal. Fernando Luís Machado, sociólogo especialista em discriminação e migrações, afirma que as novas gerações são confrontadas com racismo institucional

Portugal é um país racista?
É um país onde há racismo. Não há países racistas e países não racistas. Portugal é um país em que há racismo, essa afirmação pode fazer-se com segurança. Não se pode comparar graus de racismos entre países, como se pudéssemos fazer uma espécie de ranking. Em algumas avaliações internacionais, feitas por entidades independentes, que têm a ver com a integração de imigrantes, como o Migrant Integration Policy Index, Portugal aparece aí como sendo um país em que, institucionalmente, há boas práticas a nível legislativo, das políticas públicas, de mecanismos de integração de imigrantes. Mas não se pode dizer que Portugal é mais ou menos racista.

Mas existe o discurso de que somos menos racistas.
Esse discurso existe. Mas quando nos confrontamos com casos como este é uma ideia que não se aguenta. É como a ideia de que fomos melhores colonizadores - há todo um fio de discurso que tenta minimizar o colonialismo e o impacto dos portugueses nas colónias.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido