Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

General acusa de traição generais demissionários

Major-general Carlos Branco: “Falta de esclarecimento (do general Rovisco Duarte) foi aproveitada por dois tenentes-generais para um ajuste de contas”

Mário joão

Em artigo de opinião publicado na edição desta segunda-feira do Expresso Diário, o major-general Carlos Branco abre fogo sobre os camaradas, criticando duramente a atitude dos tenentes-generais que anunciaram durante o fim de semana que iriam deixar o Exército. Chega mesmo a acusá-los de conspirar, trair e sabotar a ação de comando do chefe do Estado-Maior do Exército

Carlos Abreu

Jornalista

O major-general na reserva Carlos Branco acusa os dois tenentes-generais do Exército que anunciaram durante o fim de semana a intenção de deixar as fileiras de terem “conspirado, traído e sabotado de uma forma constante e consciente a ação de comandos do chefe do Estado-Maior do Exército (CEME)”, general Rovisco Duarte.

Num artigo de opinião publicado no Expresso Diário, Carlos Branco escreve que os tenentes-generais Antunes Calçada e Faria Menezes “nunca aceitaram ser preteridos na escolha para CEME”, no ano passado, e que apoiaram “discretamente os promotores de uma manifestação sediciosa de entrega de espadas nas suas exortação à revolta”. Um protesto que acabou por ser cancelado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido