Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A marcha histórica dos imãs que vão percorrer a Europa contra o terrorismo

luis bara

É uma estreia absoluta: um grupo de 60 imãs e representantes da comunidade muçulmana vai visitar Nice, Berlim e o Bataclan, entre outros locais, para esclarecer que Islão não é sinónimo de terrorismo. Ao Expresso, o Xeque David Munir, imã de Lisboa, conta tudo sobre as paragens e objetivos desta viagem sem precedentes

Mariana Lima Cunha

texto

Jornalista

Luís Barra

Luís Barra

fotos

Fotojornalista

A partir desta sexta-feira, mais de 40 imãs de vários países europeus, juntamente com outros representantes e jovens muçulmanos, juntam-se em três autocarros para uma espécie de digressão por locais que foram recentemente alvo de atentados terroristas. O objetivo, explica o Xeque David Munir, imã de Lisboa - o único português da comitiva –, é mostrar que os muçulmanos também podem ser uma voz ativa contra o terrorismo, mesmo que alguns usem “o nome do Islão em vão”. Na agenda estão encontros com Macron e Merkel, uma passagem pelo Bataclan e encontros interreligiosos.

Como surgiu a ideia de organizar esta marcha?
A ideia surgiu de um dos imãs de Paris, o imã Hassan, que quando visitou Lisboa em abril referiu que estava a pensar organizar uma marcha contra o terrorismo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido

  • "Esta marcha é para mostrar a todos que o Islão é a paz"

    Arranca este sábado em Berlim a Marcha dos Muçulmanos contra o terrorismo. Sessenta imãs, de vários países, vão viajar pelas estradas da Europa num autocarro durante uma semana. Um dos objectivos é levar uma mensagem de apoio às comunidades muçulmanas que têm vindo a ser discriminadas na sequência dos ataques terroristas levados a cabo por extremistas. Skeik David Munir esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre a iniciativa.

  • Marcha dos Muçulmanos contra o terrorismo arranca amanhã

    Sessenta imãs de vários países vão viajar pelas estradas da Europa num autocarro, durante uma semana. Um dos objetivos é levar uma mensagem de apoio às comunidades muçulmanas que têm vindo a ser discriminadas na sequência dos ataques terroristas levados a cabo por extremistas.