Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Inspeções a grandes empresas rendem mais €472 milhões ao fisco

A Autoridade Tributária vai novamente liquidar as declarações dos contribuintes visados

Foto Marcos Borga

Unidade dos Grandes Contribuintes, que fiscaliza empresas e cidadãos de elevados rendimentos, fez em 2016 um total de 392 inspeções. Fisco está também atento a desvios no alojamento para turistas

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Unidade dos Grandes Contribuintes da Autoridade Tributária (AT) realizou no ano passado 392 inspeções a empresas que tem na sua lista de monitorização, que resultaram em correções no valor de 472 milhões de euros, mais 13,5% que no ano anterior.

Os números integram o “Relatório sobre o combate à fraude e evasão fiscais e aduaneiras”, que a Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais divulgou terça-feira. O valor obtido junto das empresas classificadas como grandes contribuintes representa mais de 29% do total de correções inspetivas tributárias de 2016, que ascendeu a 1617 milhões de euros, com um crescimento de 12,4% face a 2015.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido