Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O que Costa não explica até ao fim

nuno botelho

Debate quinzenal com o primeiro-ministro teve a Educação como tema central, mas houve vários assuntos que os partidos chamaram à ordem do dia para pedir explicações ao Governo. Contratação de professores, lista negra de offshores, rendas excessivas da EDP e solução para o crédito malparado foram aquelas onde as respostas foram menos conclusivas

Adriano Nobre

Adriano Nobre

texto

Jornalista

Nuno Botelho

Nuno Botelho

fotos

Fotojornalista

António Costa chamou a Educação ao palco do debate quinzenal desta quinta-feira no Parlamento. Mas nas interpelações dos partidos viu-se também obrigado a discutir temas como as rendas excessivas da EDP, o crédito mal parado dos bancos ou a saída de três territórios da lista negra de offshores. O primeiro-ministro não fugiu a qualquer pergunta, mas tergiversou nalguns pontos.

Por isso foi acusado pelo PSD de "não responder" às suas perguntas sobre as offshores. Ouviu do BE que as suas palavras sobre a contratação de professores se arriscavam a ser "um verbo de encher". E foi chamado à atenção pelo PCP: "O ambiente de esperança que se abriu com o novo quadro político precisa de ser mantido para que a dialética não se transforme noutro sentimento", alertou Jerónimo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)