Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Quem disse que os dinossauros estão extintos?

A notícia da sua ‘morte’ foi ligeiramente exagerada. As autárquicas de 1 de outubro marcam o regresso de vários ‘dinossauros’ do poder local. Será que é isso que o povo quer?

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

texto

Jornalista da secção Política

João Carlos Santos

João Carlos Santos

ilustração

Fotojornalista

ilustração joão carlos santos

São quase três dezenas de nomes que a limitação de mandatos impedia que se pudessem ter candidatado há quatro anos mas que, agora, estão de volta. Nem todos pelo partido de sempre, nem todos pelo mesmo concelho. Acreditam ter valor por si próprios, pelo trabalho feito ao longo de décadas.

Uma aparente mais-valia (nem sempre a reeleição está garantida), com dois bicos para os partidos: tanto pode aproveitar-lhes (um “valor seguro” pode significar uma vitória e uma vitória conta muito numa eleição cujo resultado final é o somatório de 308 atos eleitorais), como virar-se contra eles (se esse “valor seguro” concorrer agora como independente, ou seja, contra o partido que já foi o seu).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)