Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Juros da dívida em mínimos de 8 meses, embalados por descida de inflação

nuno botelho

A descida de cinco décimas da inflação na zona euro em maio dá garantia de que o BCE não mexe na política monetária expansionista na reunião da próxima semana. Juros de Portugal lideraram descidas esta quarta-feira no mercado secundário

O recuo da inflação em maio na zona euro para 1,4%, abaixo das próprias previsões dos analistas, foi a ‘boa notícia’ desta quarta-feira que alimentou a tendência de descida dos juros da dívida nos periféricos do euro em maio, e em particular das Obrigações do Tesouro português (OT). Os juros a 10 anos fecharam em mínimos de oito meses, já muito próximo de 3%.

À ‘boa notícia’ vinda do Eurostat juntou-se à confirmação da aceleração do crescimento da economia portuguesa no primeiro trimestre do ano.

Os juros das OT no prazo de referência fecharam esta quarta-feira em 3,06% pelas 17h30, fixando mínimos de oito meses, acumulando uma redução de quase 50 pontos base, meio ponto percentual, em relação ao encerramento no final de abril.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)