Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Meo e PT Empresas: marcas valem €500 milhões, mas reputação vale pouco

Exposição aos escândalos que envolveram a Portugal Telecom e o tema PT/BES estão na base da fragilidade das duas marcas

josé caria

Marcas valem 75% do negócio da empresa e investir nelas torna uma empresa apetecível para fusões e aquisições

Com o fim da Meo e da PT Empresas, a Altice prescinde de marcas que em 2016 valiam 296 milhões de dólares e 286 milhões de dólares, respetivamente, mas que tinham níveis de reputação baixos. A exposição aos escândalos que envolveram a Portugal Telecom e o tema PT/BES estão na base da fragilidade das duas marcas, que têm níveis de reputação de 63 (Meo) e 57 (PT Empresas), em 100 pontos, de acordo com Pedro Tavares, sócio e CEO da OnStrategy, consultora responsável em Portugal pelos estudos Brand Finance e Corporate Excellence.

"Tipicamente, a reputação é mais baixa nas empresas de utillities porque não se tem um produto na mão mas um serviço. Quando se combina ver um jogo de futebol em casa com amigos e cinco minutos antes do jogo começar o sinal televisivo vai abaixo não temos um produto concreto para levar à loja e pedir outro", argumenta Pedro Tavares, acrescentando que só a partir de 70 é que uma marca não tem riscos reputacionais.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)