Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Na morte de “O Santo”

O Santo foi o personagem que tornou Moore famoso

d.r.

Entre Simon Templar e James Bond se decidiu o que de memorável Roger Moore deixou em legado. Faleceu hoje, na Suíça

Para toda uma geração, para a geração que passou da infância à idade adulta durante os anos 60, ele foi - e continuará sempre a ser - O Santo. De facto, entre 1962 e 1969, Roger Moore protagonizou para cima de de uma centena de episódios de uma das mais populares séries policiais da época. De produção britânica, centrava-se na personagem criada por Leslie Charteris ainda nos anos 20, personagem que o escritor manteria durante décadas em inúmeros livros de sucesso.

A série só muito livremente seguiria as aventuras de Simon Templar, dito O Santo, um ladrão de alta roda, sempre impecável em fatos Saville Road, no fundo um cínico que também perseguia outros vilões mas tinha algo a ganhar com isso. Sempre deixava uma peculiar assinatura dos seus atos - o desenho infantil de uma figura humana encimada pelo halo da santidade.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Morreu Sir Roger Moore

    Destacou-se na série “O Santo” e foi um dos mais populares agentes 007 da saga James Bond. Ator britânico tinha 89 anos