Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Nova execução a Nuno Vasconcellos: Novo Banco pede mais €2,1 milhões

A Ongoing, grupo liderado por Nuno Vasconcellos, está em processo de falência, com uma dívida de €1,3 mil milhões

Ana Baião

Acelerou a penhora de dívidas pessoais a Nuno Vasconcellos, dono da Ongoing. Valores dificilmente serão pagos, porque o empresário, tal como o Expresso já tinha noticiado, só tem uma mota de água em seu nome

O Novo Banco avançou com a execução de uma dívida de €2,125 milhões a Nuno Vasconcellos, presidente da falida Ongoing, e de um sócio de negócios, Luís Salgado Vieira da Silva. O processo deu entrada no Tribunal e foi publicado esta quinta-feira no portal Citius.

Não é a primeira vez que o herdeiro da Sociedade Nacional de Sabões é alvo de uma execução do antigo BES. Há uns meses, o Novo Banco reclamou o pagamento de uma dívida superior a €12 milhões. Contactado pelo Expresso, o Novo Banco não esclareceu se as duas dívidas estão relacionadas. Se somarmos as dívidas pessoais de Nuno Vasconcellos ao banco liderado por António Ramalho, face à informação pública que é atualmente conhecida, os valores ascendem a €14,215 milhões.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)