Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A odisseia de Trump em busca da “galinha dos ovos de ouro”

getty

Com a sua proposta de reforma tributária, o governo dos EUA alivia a carga fiscal sobre as empresas e sobre os multimilionários - entre os quais o próprio Presidente Trump, que surge citado pelo “New York Times” na lista de grandes beneficiários do plano fiscal desvendado quarta-feira. Ausência de detalhes na proposta de uma página levanta questões sobre o impacto das medidas na economia dos EUA. Governo alega que os cortes nos impostos vão ser compensados pelo crescimento do PIB, mas os críticos dizem que “só há montanhas de dívida” à vista

Falta pouco para se marcar os primeiros 100 dias do mais inesperado dos presidentes norte-americanos no poder - é já este sábado. E há uma espécie de consenso entre os analistas sobre o principal objetivo da administração Trump com a nova reforma tributária que desvendou quarta-feira: pintar uma imagem mais positiva do governo, numa altura em que a maioria das promessas de campanha do magnata continuam por cumprir.

Depois de Donald Trump ter passado a campanha a prometer uma reforma fiscal “histórica” para “beneficiar todos os norte-americanos”, sobretudo as camadas mais desfavorecidas, o secretário do Tesouro convocou quarta-feira uma conferência de imprensa para apresentar um plano de uma só página que, para a CNN, é acima de tudo favorável aos multimilionários dos Estados Unidos, entre eles o próprio Presidente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)