Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“A conotação das Testemunhas de Jeová a atos de terrorismo é um absurdo absolutamente incompreensível”

Encontro de Testemunhas de Jeová na Rússia

Foto Vaisly Fedosenko / Reuters

Supremo Tribunal russo passa a considerar crime a prática religiosa das Testemunhas de Jeová. A comunidade portuguesa desta religião diz-se chocada

A comunidade portuguesa de Testemunhas de Jeová diz-se absolutamente “chocada” e “consternada” com o facto de a partir de agora, na Rússia, passar a ser considerado crime o culto religioso das Testemunhas de Jeová. A medida do Supremo Tribunal tomada esta quinta-feira equipara os cerca de 175 mil crentes desta religião a grupos terroristas como o Daesh ou a Al-Qaeda e ordenou o encerramento das 396 igrejas dos seus membros.

“A conotação das Testemunhas de Jeová a atos de terrorismo é absolutamente incompreensível e chocante. A nossa prática diária é absolutamente pacífica e somos pessoas que em todo o mundo temos uma posição de fé profundamente cristã.”, afirma Pedro Candeias, responsável da Associação das Testemunhas de Jeová em Portugal.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)